Zine sem tempo

Ainda ontem era possível dizer: “O tempo é agora; não podemos mais perdê-lo”. Hoje, com o pesar da calamidade que, dia após dia, torna o planeta mais hostil e ameaça praticamente todas as formas de vida, a constatação é de que a cada minuto sem ação radical, transformadora, o preço da catástrofe é multiplicado em muitos números

Continuar lendo “Zine sem tempo”