Leituras afetivas: um agradecimento

Leituras afetivas: um agradecimento

Por Leandro Belinaso

Fico imaginando as histórias criadas pelas centenas de pessoas que leram um pedaço do nosso livro Na Pele do Mundo: educações ambientais.

Leituras críticas são bem-vindas, com suas atenções nas informações, nos conceitos, nas mensagens. Fico feliz de recebê-las, de ouvi-las nos espaços virtuais em que estive conversando sobre o livro. Mas o que me emociona, de fato, são as leituras afetivas. Leituras repletas de escuta, de atenção aos detalhes. Leituras imaginativas e alegres.

Nosso livro incita os leitores a vasculharem músicas, filmes e livros literários que habitam suas intimidades. Os repertórios culturais e artísticos, reunidos na seção Mundo do livro, são lidos por muitas pessoas como surpreendentes. Isso em razão de serem mostrados a partir de textos autorais, singulares, poéticos, únicos. Textos gotejantes de afeto.

Escutei e escutei e escutei muitos elogios à estética do livro, à sua simplicidade, à sua delicadeza. A sensação é de acolhimento, algo vital em tempos pandêmicos. A capa move o desejo de abrir o livro, de se abrir ao livro.

Que mais e mais conversas gostosas e inspiradoras possam ser tecidas a partir da leitura do nosso livro. Um livro tão nosso, tão pele, tão mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *