Sobre

sobre

A Casatrês é uma minieditora independente e caseira que produz livros, zines, cadernos e tamborinhos artesanais.

Estamos interessados em publicar obras (de ficção e não-ficção) que falem de lugares viscerais, cotidianos e terrenos e, assim, se proponham a rumar em direções pós-capitalistas e a romper com visões de mundo antropocêntricas.

Através de uma literatura que damos o nome de frugal (porque é sóbria, crua e simples), desejamos acolher e proliferar gêneros e escritas inconvencionais: ensaios, cadernos, diários, aforismos, fragmentos, haicais, haibuns, passagens, miscelâneas.

Uma escrita frugal que também é incivilizada: porque, entre outras coisas, pretende fazer uma crítica à civilização moderna e seus desdobramentos nocivos: o colapso ecológico e os horizontes de distopias tecnológicas.

Harmonia entre forma e conteúdo: publicações e textos que nascem do chão do mundo e entram em contato com a pele. Aspiramos, através da literatura e da publicação independente e artesanal, uma radical política de aterramento.

Também fazemos um podcast, o Caseiríssimo, onde discutimos sobre literatura, ecologia, sociedade, tecnologia, política e afins.

quem faz

Felipe Moreno (1993),
escritor.
Marília D. Jacques (1994), bióloga e artesã.